Sexta-feira, 11 de Setembro de 2009


 

Isabel Coutinho, no Ciberescritas de hoje, fala de 2666. E diz:

 

«Na Book Expo America 2007 quase não se falava de outra coisa além e este acabou por ser considerado por muitos como livro do ano nos EUA. Por cá é muito provável que essa euforia à volta de Bolaño se repita com a publicação da obra (...).»

 

 



por 2666 às 10:57
link do post | comentar


Arquivo

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

todas as tags

«Um livro contra o esquecimento que, nas suas qualidades e nas suas imperfeições, é uma profissão de fé no poder da literatura.» Bruno Vieira Amaral
Subscrever por RSS