Terça-feira, 6 de Outubro de 2009
Bolaño pop por 2666

Ilustração de Pedro Vieira.

 

 

 

«Tudo o que vira moda, sai de moda.» Mesmo sem a tradução de 2666 no Brasil, a popularidade crescente de Roberto Bolaño gera desconfianças. Ainda assim, Antônio Xerxenesky não desiste de dedicar ao escritor chileno o seu trabalho final na faculdade.



por 2666 às 01:38
link do post | comentar

Arquivo

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

tags

todas as tags

«Um livro contra o esquecimento que, nas suas qualidades e nas suas imperfeições, é uma profissão de fé no poder da literatura.» Bruno Vieira Amaral
Subscrever por RSS